uma boa vida
não merece ser corrida

o que é o 365?

365 CONVITES PARA DESACELERAR é uma jornada vivencial para você que já decidiu que quer colocar o pé no freio e fazer um melhor uso do seu tempo e da sua energia, mas não sabe exatamente como.

Dentro do ambiente multifacetado do Instagram, que nos permite flexibilidade, leveza e fluidez, você vai receber o meu resultado de mais de 10 anos de pesquisa e experimentação em relação a desaceleração e qualidade de vida. Ainda, poderemos nos manter em interação e suporte contínuos – tanto comigo, já que eu estarei lá acompanhando seu progresso e tirando suas dúvidas, quanto com os outros participantes.

Ou seja, o 365 é também um local de encontro, uma comunidade.

pra quem é o 365?

como vai funcionar

1.

Você vai ser acolhido num perfil fechado do Instagram e todo o conteúdo será publicado no feed. Farei uso das diversas possibilidades do aplicativo para enriquecer ao máximo sua vivência, mesclando postagens com fotos, ilustrações, muitos textos e alguns vídeos.

2.

A partir de 01/01/2021 o feed começou a ser alimentado com 7 convites por semana e assim será até chegar aos 365 convites propostos em 31/12/2021 – depois fica tudo lá, disponível para ser acessado e consultado quando e onde você desejar.

3.

Você pode começar a consumir o conteúdo já publicado quando quiser – não existe chegar atrasado ao 365! Identifique e respeite seu ritmo pessoal para que a caminhada seja gradual e, principalmente, efetiva. Lembra que eu disse que o 365 é para quem compreende que não é possível desacelerar saudavelmente num passe de mágica?

Slow Life se refere a uma busca cuidadosa por mais qualidade de vida. Por mais resultados concretos naquelas esferas que de fato nos fazem sentido. É usar o tempo a nosso favor ao invés de sair distribuindo-o (e quiçá desperdiçando-o) em tarefas, relacionamentos ou quaisquer assuntos que não comunguem diretamente com nossas próprias e muito bem deliberadas escolhas. É até mesmo agir em velocidade rápida quando e se necessário, mas com maior e mais responsável domínio do velocímetro. Significa encontrar – e desfrutar – o real prazer em viver. Não um prazer qualquer, hedonista ou desprovido de intenção. Um prazer mais maduro, em paz consigo, com o tempo e com o universo.

valor do investimento

Acesso à jornada vivencial 365 Convites para Desacelerar

Acompanhamento quando sentir necessário

Uma comunidade cada dia mais desacelerada

Acesso vitalício enquanto existir Instagram

R$210

em até 12x de R$21,00

7 dias de garantia. Experimente o 365 e se não for
para você é só pedir seu dinheiro de volta.

o que dizem sobre mim

É simples, coesa, atenta e ao mesmo tempo isso a leva a ser profunda, dedicada e mergulha muito fundo em tudo que divulga. Ela não veio dar aulas e ditar conceitos. Ela veio compartilhar experiências e nos desafiar a pensar a respeito.
Giana Benatto
@gianabenatto
Foi admiração à primeira vista! Uma mulher forte, de opinião, mas que tem uma sabedoria e uma forma de acolher as pessoas que é só dela. Um jeitinho todo especial que tenho vontade de pegar para mim e guardar num pote, mas seria injusto não a dividir com o mundo!​
Tatiana Valvassoura
@tatianavet_
É uma excelente manager para desenvolvimento e execução de projetos com qualidade, gestão de pessoas e entrega de resultados. Como amiga ela é doce, alguém com repertório, conhece muito de insumos, bebidas, lugares e Slow Life.
Cláudio Ivan
@iamclaudioivan
Ser humano iluminado, com esse olhar prático e ao mesmo tempo cheio de empatia e amorosidade. Sua sinceridade leve e espontânea é cativante. E o seu coração, de chocolate quente, nos acolhe e conforta diante dos desafios que a vida nos traz.
Eliza Leão
@autourdelatablebrasil

como cheguei até aqui

Anos atrás li um romance autobiográfico chamado MIL DIAS NA TOSCANA e, por causa dele, comecei a mudar o modo de ver a minha própria vida. Havia descoberto algo que na época foi revolucionário: que era possível ser feliz de uma forma muito mais simples do que a que eu conhecia.

Mas confesso que achei bem complicado ser simples. Quer dizer, ainda acho. Porque eu, pelo menos, não fui educada pra isso. A minha casa era de ovelhas negras, então ainda havia um contraponto, mas a sociedade na qual eu me encontrava inserida – e ainda me encontro – tinha outros planos. Burocracia, consumismo e uma positividade que estamos finalmente descobrindo ser no mínimo tóxica são apenas alguns exemplos.

O resultado? Mais de 10 anos assentando tijolo por tijolo do meu próprio processo de simplificar e desacelerar. Contei com a ajuda de medicação e meditação, terapia, workshops, treinamentos, pesquisas, bons amigos e, quando tudo isso por fim ainda se mostrava insatisfatório, busquei formações mais técnicas que hoje me possibilitam compreender um pouquinho melhor o que há por trás de ser humano.

Um momento crucial na minha própria aventura rumo à desaceleração aconteceu no início de 2019. Comecei a notar que eu já não me encaixava em grande parte da minha antiga rede de relacionamentos.

Meus sonhos e objetivos, meu modo de experimentar a vida, nada disso mais dava liga.

Então, foi no pseudo-anonimato da Internet que comecei a encontrar cada dia mais pessoas com as mesmas buscas que eu. E foi quando o tabu em torno de se admitir a necessidade de descanso capturou a minha atenção.

Ainda no final de 2019 dei uma pausa no meu intenso e profundo relacionamento de mais de 20 anos com a gastronomia, coloquei minha cara à tapa em um perfil do Instagram e fiz da formação de uma comunidade desacelerada um dos meus objetivos de 2020.

E então veio a pandemia. E, se antes o mantra era PRODUZA, agora é DESACELERE!

Tá. Eu adoro, concordo e já tinha até abraçado a causa como minha, mas duas coisas começaram a me incomodar profundamente: primeiro, o cabo de guerra  entre a turma do PRODUZA! e a do DESACELERE!, como se ambas atitudes não fossem complementares, faces de uma mesma moeda. Além disso, o fato de jogarem o DESACELERE no nosso colo, como se fosse algo simples, instantâneo e até mesmo óbvio. Porque é tão fácil falar, né? Não sei você, mas esses discursos vazios me tiram do sério…

Frente a isso comecei a escrever um livro com tudo que tinha aprendido sobre desaceleração nesses mais de 10 anos estudando, testando e quebrando muito a cara, mas tendo um sucesso considerável também. Só que tanta coisa aconteceu durante o período de escrita e revisão do material que percebi que o 365 não deveria vir ao mundo como um livro. Seria muito pouco para ele e para quem fosse embarcar em sua jornada.

O 365 merecia mais leveza, fluidez e, principalmente, suporte e interatividade. Saí então à procura de possibilidades dentro e fora do mercado editorial e finalmente fui encontrar acolhida nesse formato, todo modernoso, de perfil fechado em rede social.

E é graças a isso tudo que agora cá estou eu te fazendo mais um convite: como seria embarcar nessa jornada comigo?

Graduada em Hotelaria, Valéria Chociai descobriu a alta gastronomia nos estágios obrigatórios que fez durante a faculdade. A partir daí apaixonou-se pela área e especializou-se em Administração de Restaurantes com cursos de Administração de Serviços pela University of British Columbia, MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas em parceria com a University of Ohio e Gerenciamento de Serviços e Segurança Alimentar pela Disney University de Orlando.

Trabalhou em diversos restaurantes, tanto no Brasil como no exterior, e passou os últimos 15 anos como chef e gestora do La Pasta Gialla de Alphaville, na Grande São Paulo.

Durante esse período desenvolveu ainda mais suas duas outras paixões: viagens e desenvolvimento pessoal. Criou uma empresa digital com foco na elaboração de roteiros de viagem personalizados, se tornou coach, mentora, praticante de PNL e, principalmente, estudiosa da Slow Life.

Valéria é co-autora do livro Metamorfoses da Maturidade, lançado em dezembro de 2020 pela Editora Umanos, e atualmente mima copiosamente sua filha de 4 patas, Maria Mole. Seu tempo restante é dividido entre a formação em Psicossíntese pelo Centro de Psicossíntese de São Paulo, a divulgação da Slow Life e a desaceleração radical através da vivência do segundo de seus 3 anos de sabático, levemente reformulados por causa dessa tal de pandemia. De Figueira, mas parida em Ibaiti e registrada em Curiúva, não é de se admirar que tenha rodinhas nos pés e esteja em busca de uma vida nômade mesmo aos 43 anos de idade.

perguntas frequentes

Cada convite é uma atividade diferente a ser realizada, possível ou adaptável para toda e qualquer pessoa. É através da experimentação de todos os convites que cada participante vai refletindo sobre suas próprias necessidades e sentindo, na prática, o que funciona ou não para si.

Vários aspectos da vida são abordados, direta ou indiretamente, como por exemplo mentalidade, autoconhecimento, relacionamentos, produtividade, lazer, saúde, espiritualidade, moradia, atividade profissional, finanças e, claro, o ambíguo universo digital.

O sucesso dessa jornada realmente depende da sua abertura para tentar, ao menos uma vez, cada um dos convites que eu te propuser. Não quero que você simplesmente confie em mim. Por favor, se permita testar e descobrir por si mesmo!

Sabe por que isso é tão importante? Já aconteceu com você de sonhar em fazer alguma coisa e quando foi lá, não era nada daquilo que você tinha imaginado e você ficou todo frustrado? E, por outro lado, já aconteceu de alguma coisa pela qual você não dava nada, quanto experimentou, super te surpreendeu?

Então… essas possibilidades existem dentro de cada convite e é apenas praticando que vamos conseguir formar o seu próprio arsenal de ferramentas úteis.

Imagine uma escadaria – você está no pé dela e quer chegar ao topo, onde está o seu estado desacelerado ideal. Na minha experiência e das pessoas cujo processo de desaceleração eu tive o prazer de acompanhar, uma pesquisa no Google ajudou a ir para o terceiro degrau, depois voltar ao primeiro, saltar ao quarto, escorregar, rolar até ir parar no porão e quebrar uma costela. Imobilizados e doloridos nos contentamos com soluções paliativas até simplesmente desistirmos porque afinal isso de desacelerar não devia ser prá gente mesmo.

Já no 365 a jornada foi concebida para que você possa subir a escadaria gentilmente, degrau a degrau, sem perder o fôlego. As informações estão organizadas de forma lógica e sequencial. E, ainda, você não vai ser abandonado – eu vou estar lá acompanhando seu processo, tirando suas dúvidas, realmente interagindo com você sempre que sentir necessário.

Não.

Como a intenção é desacelerar, vamos nos concentrar em apenas um ponto de encontro.

Assim, também não tem lista de transmissão no WhatsApp e nem não sei o quê no Telegram.

O 365 não é um curso, então não haverá aulas ou encontros online.

Oba!

Estou muito, muito feliz que você tenha decidido se juntar a mim.

Muito obrigada pela confiança e pela sua disposição em tentar algo diferente e inovador!

Para comprar o acesso à jornada basta você clicar no botão verde, na seção “Valor do Investimento” e você será então direcionado à plataforma Eduzz.

Você vai se cadastrar nessa plataforma super segura ( ou só acessar, se já tiver cadastro nela ) e então realizar o pagamento que pode ser feito à vista ou parcelado.

Para quem acredita que desacelerar ou se reencontrar com seu próprio ritmo não é prioridade nesse momento.

Para quem só pretende ler o conteúdo, sem efetivamente aceitar os convites – essa jornada não faz milagres e não funciona por osmose, infelizmente… eu bem que gostaria…

Finalmente, para quem acredita que desacelerar é prioridade, mas ainda está apegado às suas próprias desculpas e justificativas. Digo isso com muito amor e sem qualquer julgamento porque já estive nesse lugar e sei que ele não é fácil de ser abandonado. O fato é que nesse formato de jornada não vou conseguir te ajudar a dar essa guinada específica.

Oba! Oba! Oba!

Estou mais do que feliz que você tenha efetivamente se juntado a mim.

Mais uma vez, muito obrigada pela confiança e pela sua disposição em tentar algo tão diferente!

Agora a Eduzz vai confirmar seu pagamento e em seguida te mandar um e-mail com as instruções dos próximos passos.

Por favor, use seu e-mail pessoal principal para fazer o cadastro e não deixe de checar sua caixa de spam, porque é lá que o e-mail vai parar de vez em quando.

E enquanto esse e-mail não chega, você pode baixar o aplicativo do Instagram e abrir a sua conta pessoal, caso ainda não tenha.

Se já tiver, procure por @365convitesparadesacelerar e peça para seguir o perfil.

O processo de liberação pode demorar um pouquinho, mas assim que acontecer você vai receber uma mensagem dentro do próprio Instagram, combinado?

Enquanto o Instagram existir, você poderá acessar o conteúdo.

Enquanto eu existir e estiver sã, você poderá ter o meu suporte e meu apoio.

Sem problemas.

Abrir uma conta no Instagram é um processo super simples – basta ir à loja de aplicativos do seu smartphone, baixar o Instagram e seguir os passos da instalação.

Caso você não queira usar o aplicativo para outras finalidades além do 365 recomendo deixar seu perfil fechado ao público.

Se tiver qualquer dúvida com a instalação pode entrar em contato comigo através do e-mail querodesacelerar@365convitesparadesacelerar.com.br

Pode sim. Simplesmente comece pelo começo e siga no seu próprio ritmo – legal, né?

Copyright 2020 © 365 Convites para Desacelerar – Todos os direitos reservados.